Home

livros

música

agenda

aus deutschen verlagen

temas e estudos

setembro / september
2003

angola

brasil

cabo verde

guiné-bissau

moçambique

portugal

são tomé
e príncipe

timor lorosae

bestellen

suchen

impressum

home

tfm-online


José Luís Peixoto:
Antidoto


Temas e Debates
96 páginas


Antídoto, de José Luís Peixoto, é uma novela de contos inspirada no universo musical do disco The Antidote (Century Media, 2003) dos Moonspell. Dois antídotos para um mesmo veneno.

»E se fizéssemos um livro e um disco como nunca se fez? E fizemos. As tardes passadas no local de ensaios, as noites de concertos, os dias no estúdio em Helsínquia. As primeiras versões do texto, papéis riscados, o écran do computador. As tardes, as noites, os dias. Um só antídoto contra todos os venenos: o trabalho baseado na amizade e na vontade de dar aos outros o melhor de nós próprios.«

(José Luís Peixoto)

Quando se conhece o José Luís (Peixoto) conhece-se tudo aquilo que fala através dele, em consciência ou fora dela, e queremos que tudo aquilo fale por nós também. Quando se conhece o José Luís (Peixoto) conhece-se aquele que vive e sobrevive ao estilo de morte sulista e que tão bem o soube dizer quando teve de o partilhar connosco, e apetece que aquele seja um nosso aliado na arte desta sobrevivência e que nos ajude a dizê-la também.

Quando nos juntamos ao José Luís (Peixoto) é como se ele se juntasse a nós. E nesta mistura de veneno e antídoto, de horror e beleza, sem forma, limites ou condições, existe um espírito que espalha um eclipse, que volta as costas à encruzilhada, que depois das nuvens é o medo, que debaixo de pele é o medo.

Esse espírito somos todos nós, ainda lunares: as nossas mãos com medo do que descobrem, os nossos sonhos agitados com as curas, os nossos espíritos irrequietos mas decididos a entrar no segredo de cada um e construir um perturbadoramente novo para matar a sede de antídoto que tão bem conhecemos.

Fernando Ribeiro (Moonspell)

(informação da editora)

Todos os livros apresentados na novacultura estão disponíveis na Alemanha através do TFM-Centro do Livro e do Disco de Língua portuguesa: http://www.TFM-online.de

JOSÉ LUÍS PEIXOTO nasceu em 1974 em Galveias, concelho de Ponte de Sor. Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas, foi professor do ensino secundário e é colaborador regular de vários jornais e revistas.

Em 2000, publicou a ficção Morreste-me e, logo a seguir, o romance Nenhum Olhar, que fez agitar o panorama literário português e foi finalista dos prémios da APE e do PEN Clube, acabando por ganhar o Prémio José Saramago. O livro de poesia A Criança em Ruínas, lançado em 2001 e com edições sucessivas, constituiu um novo êxito de público e de crítica. Já em 2002 publicou Uma Casa na Escuridão e A Casa, a Escuridão, romance e poemas sobre o mesmo universo. A sua obra está já traduzida em várias línguas.

Em 2002 foi o primeiro autor português convidado para a residência de escritores Ledig House em Nova Iorque, encontrando-se já a preparar o seu terceiro romance.





nova cultura (issn 1439-3077) www.novacultura.de
© 2003 Michael Kegler, sternstraße 2, 65719 hofheim / novacultura@gmx.de

TFM-Zentrum für Bücher und Schallplatten in portugiesischer Sprache www.tfm-online.de
disclaimer / Haftungsausschluss