Home

livros

música

agenda

aus deutschen verlagen

temas e estudos

november / novembro
2003

angola

brasil

cabo verde

guiné-bissau

moçambique

portugal

são tomé
e príncipe

timor lorosae

bestellen

suchen

impressum

home

tfm-online


OmáximO
Revista de arte e cultura


Assiciaçom Cultura Pul<>sar

No. 1: »Os mundos de Paco Leiro«
50 páginas, EUR 5,75

No. 2: »SURREALISMO«
50 páginas, EUR 5,75

ass. anual (4 números): EUR 20.00

Da Galiza aparece uma revista »de arte e cultura« extremamente interessante. O número 0 saiu no início do ano com um grande »coraçom« vermelho »a modo de universal declaraçom de amor à arte, à cultura e a todos nós«, e apesar de todas as marés difíceis que um projecto deste tipo tem necessariamente que atravessar, a revista ganhou rumo e compasso e já está prestes a lançar o número 3.

Mas um por um: O número 1 sob o título »Os mundos e Paco Leiro« apresenta-se como quase-monográfico sobre a cidade de Vigo, com uma entrevista de David Barro Francisco Leiro, »um dos artistas que renovaróm a escultura espanhola contemporánea«, sendo assim o artista galego da maior renomé internacional. A entrevista á seguida de uma »Mitológica« do director da revista Félix Rodal-Fraga, poemas de Xesús do Rio e Marís Reimóndes e textos de carácter variado inspirados em Vigo e a arte e Paco Leiro, por Jurjo Lourinho, Paulo Sodré, Carlos Quiroga, José A. Rodal Fraga, Marcos Iglesias, Susana Losade, Alexandre Alves Costa e outros. Desenha-nos um perfil muito carinhoso, muito subjetivo e muito poético e informativo da cidade e do ambiente cultural e Vigo, cuidadosamente ilustrado por Carmen Gonzáles Otero e Iván Sende.

Já o No. 2 parte para bem outros rumos, tematizando o surrealismo, movimento fora do tempo mas sempre actual »A grande espiral do devir rira esternamente« diz o editorial dedicado à memória de Henrique Risques Pereira, abrindo a revista – que dispensa qualquer índice – com uma revista a Mário Cesariny de Vasconcelos, a figura mais representativa do movimento surrealista em Portugal. Continuamos a citar do editorial: »um monográfico sobre surrealismo galego e português atravessa esta revista e página a página com o seu arco e as suas setas, zip, zip, de princípio a fim, zip, zip, de Mário Cesariny a Carlos Machado, de Eugénio Granell a Maruja Mallo, monográficos, surrealistas, espirais todos eles, todos nós, de capa à contra-capa. Sabe o que é um cadáver esquisito? (...) A grande espiral nom tardará em vir, já está aqui, entre os dedos, isca no olho, formiga na mao.« E como »bombom« esquisito, os editores conseguiram juntar Rui Zink, Mário de Carvalho, António Manuel Venda, Tabajara Ruas e algumas linhas do editor deste boletim, numa só cartografia de uma »Lisboa Surrealista«

Mais do que uma revista cultural, OmáximO é também uma obra literária em si, uma obra de arte, sem falsa modéstia, OmáximO!

-mk-

Todos os livros e CDs apresentados na novacultura estão disponíveis na Alemanha através do TFM-Centro do Livro e do Disco de Língua portuguesa: http://www.TFM-online.de

email da redacçom OmáximO:
omaximo@eresmas.com


nova cultura (issn 1439-3077) www.novacultura.de
© 2003 Michael Kegler, sternstraße 2, 65719 hofheim / novacultura@gmx.de

TFM-Zentrum für Bücher und Schallplatten in portugiesischer Sprache www.tfm-online.de
disclaimer / Haftungsausschluss